Mexico



Chichén Itzá (do iucatequeChi'ch'èen Ìitsha) é uma cidade arqueológica maia localizada no estado mexicano deIucatã que funcionou como centro político e econômico da civilização maia. As várias estruturas – a pirâmide de Kukulkán, o Templo de Chac Mool, a Praça das Mil Colunas, e o Campo de Jogos dos Prisioneiros – podem ainda hoje ser admiradas e são demonstrativas de um extraordinário compromisso para com a composição e espaço arquitetónico. O nome Chichén-Itzá tem raiz maia e significa "pessoas que vivem na beira da água". Estima-se que Chichén-Itzá foi fundada por volta dos anos 435 e 455 a.C. Foi declarada Património Mundial da Unesco em 1988.
Seu desenho tem uma forma geométrica piramidal, conta com nove níveis ou patamares, quatro fachadas principais cada uma com uma escadaria central, e um patamar superior terminado por um templo. Nesta construção rendeu culto ao deus maia Kukulcán ("Serpente Emplumada" na língua maia). Conta também com motivos que simbolizam os números mais importantes utilizados no calendário Haab (calendário solar agrícola), o calendário Tzolkin (calendário sagrado) e a roda calendárica. Cada uma das suas faces alinha-se com um dos pontos cardeais, e os 52 painéis esculpidos na suas paredes referem os 52 anos do ciclo de destruição e reconstrução do mundo, segundo a tradição maia.
O alinhamento da construção da pirâmide permite observar diversos fenômenos de luz e sombra, os quais ocorrem cada ano no seu próprio corpo durante os equinócios e solstícios. Assim, as grandes esculturas de serpentes emplumadas, que guarnecem a escadaria Norte, devido à forma como as suas sombras se projetam, parecem mover-se durante os equinócios da primavera e do outono.
 Kukulcán "Serpente Emplumada"



Assim como as culturas mesoamericanas, a civilização maia utilizou um calendário agrícola solar ao que chamavamHaab, que conta com 18 meses ou uinais, cada uinal tem 20 dias ou kines. Desta forma o calendário compreende 18 x 20=360 dias regulares ou kines, mais cinco dias adicionais, considerados como nefastos, chamados uayeb.
O templo de Kukulcán conta com quatro escadarias, cada uma delas tem 91 degraus, desta forma somam 364, que somadas ao patamar do topo, comum às quatro escadas, dá um total 365 unidades que representam os dias do Haab.
O segundo calendário utilizado pelos maias, chamado Tzolkin ou calendário sagrado, consta de 13 meses e cada mês tem 20 dias, de tal forma que este conta com 260 dias. Os ciclos do Tzolkin e o Haab foram fusionados numa roda calendárica de tal sorte que a combinações de ambos repetem-se cada 18.980 dias (mínimo múltiplo comum de 260 e 365) equivalentes a 52 anos, o que quer dizer que cada 52 ciclos do calendário Haab começa a repetir-se a combinação de ambos os calendários.
Os números 18 (uinais), 20 (kines), 5 (uayeb), 52 (ciclos), podem decifrar-se de maneira mais complexa na pirâmide de Kukulcán. O templo tem 9 patamares ou níveis, se se observa de jeito frontal quaisquer das fachadas, ao ter ao centro da vista a escadaria, pode-se multiplicar o número de embasamentos x 2, dando como resultado o número 18, correspondendo assim aos 18 uinais do Haab. No templo superior da pirâmide havia 5 adornos ou ameias em cada fachada, assim, tinha 20 ameias que representam os 20 dias ou kines de cada uinal. Em cada fachada, em cada patamar encontram-se painéis em baixo-relevo, no patamar mais alto são apenas dois painéis, e os outros oito contam com três painéis, de tal forma que 3 x 8=24 + 2=26 painéis, que somados aos outros 26 painéis do lado oposto da escadaria dão um total de painéis por fachada de 52, ou seja, representam os 52 ciclos do Haab na roda calendárica. Comoornamentação o edifício tem 260 quadrângulos que coincidem com o número de dias do calendário Tzolkin.

 Kukulcán "Serpente Emplumada"


 Ao entardecer dos equinócios da Primavera e do Outono, observa-se na escadaria NNE da pirâmide de Kukulcán uma projeção solar serpentina, consistente em sete triângulos isósceles de luz invertidos, como resultado da sombra que projetam as nove plataformas desse edifício durante o pôr-do-sol. Em Chichén Itzá o fenômeno vê-se em todo o seu esplendor e a imagem da serpente de triângulos de luz e sombra é projetada ao balaustre NNE; com o passar do tempo, parece descer do templo uma serpente e o último reduto de luz projeta-se na cabeça da serpente emplumadaque se encontra na base da escadaria. Este fenômeno ocorre em Março e Setembro, e pode ser observado aproximadamente durante um período de cinco dias nas datas mais próximas aos equinócios, a duração do efeito começa aproximadamente 3 horas antes do ocaso, a princípio destas horas pode-se ver na balaustrada uma forma de luz ondulada que pouco a pouco se vai cerrando para formar 7 triângulos isósceles, os quais só podem ver-se durante 10 minutos, depois começam a desaparecer paulatinamente. Os maias realizavam uma série de preparações durante quatro dias e o quinto era motivo de grande celebração. Aparentemente era na língua da serpente onde se colocavam diversas oferendas ao deus Kukulcán.





Jogos de pelotas





Desta forma, a construção da pirâmide parece ser um calendário arquitetônico que marca os solstícios e equinócios, datas importantes para os ciclos agrícolas. Quando a órbita da Lua se encontra na mesma posição equinocial de sol, também é possível ver no balaustre da escadaria NNE a figura projetada da serpente num espetáculo natural noturno.
 Estes fenômenos de luz e sombra que se observam na pirâmide seriam testemunhos dos conhecimentos astronômicos da Civilização maia, na estrutura conhecida como o observatório, o caracol ou «edifício circular» também se registraram efeitos de luz e sombra durante os equinócios. No Códice de Dresde pôde ser interpretado que os maias estudavam a trajetória orbital do planeta Vênus), ao qual lhe dedicaram uma pequena construção na cidade de Chichén Itzá

El templo de los Guerreros



El templo de los Guerreros



Plataforma de venus


Grupos de 1000 colunas


Mercados

 Kukulcán "Serpente Emplumada"
 o entardecer dos equinócios da Primavera e do Outono, observa-se na escadaria NNE da pirâmide de Kukulcán uma projeção solar serpentina, consistente em sete triângulos isósceles de luz invertidos, como resultado da sombra que projetam as nove plataformas desse edifício durante o pôr-do-sol.





**********************************************************************************************************************************
CENOTE SUYTUN

Um cenote (plural: cenotes; do Iucateque dzonot ou ts'onot) é uma cavidade natural (algar) oudolina resultado do colapso da rocha-mãe calcária expondo as águas subterrâneas. Especialmente associado com a Península de Iucatã do México, cenotes eram usados em alguns rituais de sacrifício dacivilização Maia. O termo deriva de uma palavra utilizada pelos maias iucatecas das terras baixas, "Ts'onot" refere-se a qualquer local com águas subterrâneas acessíveis. Cenotes são formações geológicas comuns em regiões de baixas latitudes, particularmente em ilhas, regiões costeiras e plataformas com recentes formações calcárias pós-paleozóicas que têm pouco desenvolvimento do solo.

Cenote Cabana Suytun





Entrada do cenote

As águas dos cenotes geralmente são límpidas, porque esta provem de filtragem de água de chuva lentamente através do solo e, portanto, contém poucas partículas suspensas. A taxa de fluxo das água subterrânea dentro de um cenote podem ser muito lentas. Em diversos casos, cenotes são áreas onde se(c)ções do teto das cavernas cederam, revelando um sistema de cavernas subjacente e as taxas de fluxo podem ser muito mais rápidas, cerca de 10 km (6,21 mi) por dia. Cenotes ao redor do mundo atraem exploradores de cavernas, que documentaram extensos sistemas de cavernas inundadas através deles, alguns dos quais com cerca de 100 km (62,1 mi) de extensão ou mais.







*******************************************************************
       Playa del Carmen (Xaman Há ou Pláaya em língua maia ) é a sede do município de SolidaridadQuintana Roo, localizado no sudeste do México, ao sul de Cancún. Situa-se dentro da zona denominada Riviera Maya. A cidade é banhada pelas águas do Mar das Caraíbas e sua principal actividade económica é o turismo. Esta última actividade gera também muito trabalho no sector da construção civil, a segunda actividade mais importante do município. É a terceira maior cidade do estado de Quintana Roo, a seguir a Cancún e Chetumal.
           Na era pré-colombiana, Playa del Carmen chamava.se Xaman Há (Água do Norte no idioma maia) e era o ponto de partida dos maias em peregrinação ao santuário de Ixchel na ilha de Cozumel. O primeiro povoado moderno data do início do século XX quando ali se fixou uma comunidade de pescadores e produtores de coqueiros. Até meados dos anos 80, Playa del Carmen era uma pequena povoação com menos de 1500 habitantes, mas nas últimas décadas tem-se transformado vertiginosamente ao ritmo do crescimento turístico.

Igreja em Playa del Carmen,

 esta obra escultorica es un testimonio del conocimento en las ciencias como la astronomia y matematica de nuestros ancestros mayas, "el cierre delciclo de la cuenta larga"


Paseo del Carmen, ao sul da Quinta Avenida, em Playa del Carmen

Paseo del Carmen, ao sul da Quinta Avenida, em Playa del Carmen

Paseo del Carmen, ao sul da Quinta Avenida, em Playa del Carmen

Paseo del Carmen, ao sul da Quinta Avenida, em Playa del Carmen

Paseo del Carmen, ao sul da Quinta Avenida, em Playa del Carmen

Paseo del Carmen, ao sul da Quinta Avenida, em Playa del Carmen
















Condominio Playcar




Playa del Carmen oferece uma série de atracções no seu centro e nos seus arredores:
  • Xcaret : Parque Eco-arqueológico situado 6 km a Sul de Playa.
  • Cozumel : ilha localizada à frente, apenas a 45 minutos em ferry.
  • Tulum : Zona arqueológica maia situada na costa.
  • Xel-Há : Parque ecológico
  • Pequenos hotéis: situados no centro histórico da cidade. Oferecem um serviço personalizado, que reflecte geralmente as tradições dos países de origem dos seus proprietários (italianos, alemães, franceses, argentinos).
  • Playacar: dentro de Playa, desenvolveu-se este complexo turístico hoteleiro que inclui grandes hotéis de cadeias hoteleiras internacionais
*********************************************************************
VOLADORES DE PAPANTLA

rito de voar é uma manifestação religiosa nativa da América Central . Suas origens remontam ao período pré-clássico mesoamericano Oriente, encontraram representações desse ritual na cerâmica funeral das culturas do Ocidente (Colima, Jalisco e Nayarit). Ele, então, mudou-se para outras cidades, muito provavelmente relacionada com as sacrifício de gladiadores e de fertilidade cultos. Sobrevive hoje entre o Nahua e Totonac da Sierra Norte de Puebla e Totonacapan Veracruz. Em 2009 ele foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco .
Este ritual é associado à fertilidade, no entanto como registros antropológicos, dança existia com outras características e foi relacionado com a religião na era pós-clássica , porque foi incorporado à cultura Totonac e mais tarde o astecas de elementos solares adicionados e mais perigosa, porque Volador dança é executado com quatro dançarinos que representam os quatro pontos cardeais e o capataz, mas danças foram observados com apenas dois dançarinos. Fertilidade é representado pela descida dos bailarinos, simbolizando a chuva cair.











******************************************************************************

XCARET
Xcaret é um parque temático ecológico situado na Riviera Maya, a 5 km ao sul de Playa del Carmen e a 75 km ao sul de Cancún, no estado de Quintana RooMéxico. Para a civilização maia este local foi um importante porto e centro mercantil. Teve também o nome de Polé e seus vestígios arqueológicos ainda hoje podem ser apreciados.
Desde sua fundação, em 1990, e devido a seu privilegiado entorno natural, Xcaret desenvolveu diversos programas para a conservação e reprodução da flora e da fauna típicas do sudeste mexicano, como astartarugas marinhas, os manatis e os coatás. Entre suas instalações encontra-se o primeiro borboletário do México e o Aquário de Recife de Coral, um dos poucos lugares no mundo onde se pode observar estruturas de recifes em seu hábitat natural.
Como parque temático, Xcaret se caracteriza por mostrar os aspectos naturais e culturais mais representativos do México. Além de propiciar a prática de diversas atividades aquáticas em seus cenotes (poços), rios subterrâneos, lagoas e praias, podem-se apreciar as tradições do povo maia e estampas do folclore mexicano.
























*********************************************************************************


Cancun ou Cancún é uma cidade que fica na costa do estado de Quintana Roo, no México, em uma penínsulaque se tornou um dos centros turísticos mais importantes do México, tendo conseguido preservar suas belezas naturais e sua cultura ancestral, representada principalmente em cidades maias, como TulumUxmal ou Chichén Itzá, fundadas no período pré-colombiano.
Em Cancun existem cerca de 22 quilômetros de praias de areia fina, divididos entre a lagoa e o mar. As ruínas, as praias, a vegetação, os parques cheios de espetáculos de entretenimento, o clima, a fauna marinha e a estruturahoteleira fazem de Cancun um dos destinos turísticos mais visitados do México.
Isla Cancún
A primeira e mais importante é Isla Cancún ou Zona Hotelera, onde se concentra a maior parte das praias e atividades turísticas por que é reconhecido por este destino. Isla Cancún, é uma terra na forma de "7", com uma extensão de 23km. A ilha, que abriga a maior parte dos hotéis e praias, também de zonas residenciais e o campo de golf Pok Ta Pok, está unida ao continente por três pontes: a ponte Calinda no km 4, a ponte de Club Med no km 20 e a ponte Nizuc no km 22. A zona hoteleira rodeia no interior do "7" no sistema da Laguna Nichupté, composto de sete corpos de água: Laguna BojórquezCuenca del NorteCuenca CentralCuenca SurRío InglésDel Amor, e Laguneta del Mediterráneo.






*****************************************************************************

San Miguel de Cozumel: Fica situada perto da costa oriental da península de Iucatã. Está coberta por um espesso bosque e possui abundante pesca. Sua principal atividade é o turismo, apresentando uma indústria hoteleira desenvolvida. Possui um aeroporto.
Localizada no Caribe mexicano, Cozumel é uma ilha plana composto de rocha vulcânica porosa. A elevação natural mais importante da ilha é inferior a 100 m. O cenotes formado pela infiltração de água através da rocha pedra há milhares de anos podem ser exploradas através de actividades como a natação ou mergulho, pode apreciar diversas espécies marinhas.
Jacques Cousteau foi lançado em 1960 a riqueza do coral que circunda a ilha, o que fez os entusiastas submarino teve conhecimento da existência de Cozumel. O mergulho e as docas de Cozumel tornou-se conhecido internacionalmente e colocou-o entre o topo a nível mundial em termos de chegada de cruzeiro é o primeiro destino turístico do artesanato, como no México